Homens e a dança

 Neste artigo sobre os homens no mundo da dança, o professor Maycon Santos opina sobre cavalheirismo e conquista. Confira:

 

Os homens que dançam bem são os preferidos das mulheres por serem verdadeiros cavalheiros

Não é preciso ser antropólogo, sociólogo ou psicólogo para saber que o homem que dança bem tem maiores habilidades e possibilidades de seduzir, encantar, conquistar e fazer uma mulher feliz. Mas o que é preciso para saber dançar bem e ser um verdadeiro cavalheiro? Para dançar bem o homem precisa saber muito mais do que passos de dança e ter uma boa postura corporal. Ele precisa ter uma boa postura comportamental, que caracteriza a conduta dos cavalheiros.

Não é por acaso que no ambiente da dança de salão nos referimos aos homens como “cavalheiros” e as mulheres como “damas”. O cavalheiro é um homem atencioso, respeitoso, discreto, bem-educado, de sentimentos e ações nobres, que cultiva a gentileza e delicadeza no trato com a mulher. Vale lembrar que estas virtudes de um verdadeiro cavalheiro em nada o deixa afeminado, pelo contrário, ressalta sua masculinidade sem o tornar bruto, grosseiro, insensível e mal-educado.

IMG_1025-2

O cavalheiro sabe como convidar uma mulher para dançar e como e o quanto se deve abraçar, sem apertar demais e nem deixar frouxo. Como se diz popularmente “ele tem pegada” e na medida certa. Devido a sua segurança ao abraçar, ele conquista a confiança da mulher que se entrega aos seus braços. Sua postura é de cuidar e conduzir a mulher, respeitando-a , ouvindo-a e também a servindo com simpatia e alegria. Ele tem ciência de que o diálogo aberto é uma condição indispensável para prática da dança de salão.

O cavalheiro sabe ensinar com discrição e, ao compartilhar o que sabe com sua parceira, ele constrói novos saberes que ambos usufruem. Ele sabe que existem muitas possibilidades de fazer uma mulher feliz antes mesmo de um gostoso beijo e uma relação mais íntima e dançar a dois é uma delas.

E como diz Pirandello “Toda a gente pode ser um herói de vez em quando, mas um cavalheiro é algo que se é sempre ou não se é”. Portanto homens, deixem de tergiversar, matriculem-se nas aulas de dança de salão e sejam verdadeiros cavalheiros.

  1. Luiz - 16 de junho de 2015 em 19:47

    Muito bem maycon santos parabéns pelo discurso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2017 - Studio de Dança Dois pra Lá Dois pra Cá
Desenvolvido por Fusion Webdesign