Encontro de Amigos – Texto Dieine Carolina sobre dança de salão

Encontro de amigos

Seria mais uma noite como qualquer outra de sábado. Passei no posto para abastecer e iria para casa da minha namorada. Porém, hoje foi diferente.

Reconheci o Pedrão saindo do carro, na bomba ao lado do meu. Ele olhou pra dentro da loja de conveniência e desviou o olhar. Percebi que ele olhou novamente, meio desconfiado. Fazia aproximadamente um ano que não nos víamos. Ele olhava, abaixava a cabeça, desviava o olhar, conversava com o frentista. E eu, na fila do caixa com minha cerveja e o ticket do valor do combustível.

Chegou minha vez, paguei a conta e fui em direção ao meu carro. Pedrão desviou o olhar novamente e eu o cumprimentei ainda de longe:

– E aí Pedrão, tudo em cima?

– Beto? É você mesmo?

Não contive a gargalhada: – Sou eu sim ,cara!!

-Amigão! Quanto tempo hein! Tem um ano já??

– Pois é, um ano que eu saí da empresa!!

– Cara, você emagreceu pra caramba. O que fez? Não me diz que abandonou os churrascos!!? Terminou em risos.

– Não, não. Comecei a dançar!

– Dançar? Tá maluco?? E as dores no joelho que você sempre reclamava?!

– Eu tinha dores nos joelhos pelo excesso de peso. Comecei a dançar e além de perder peso não sei mais o que são dores ou cansaço!

– Poxa!! Estou vendo. Magro e animado!!

-Pois é, acabou a ansiedade. Troquei a comida pela dança, estou mais disposto. Até meu cardiologista ficou feliz com meus últimos exames. Eu melhorei muito, física e emocionalmente!

– Cara, eu fiquei feliz por isso. Mas assim, eu fiquei sabendo que a Renata terminou contigo, né!?

– Terminou sim. Ela achava que era ridículo um gordo dançando. (Não pude conter as risadas com minha própria piada).

– Ah e veja só, você emagreceu e está cheio de disposição!! Mas está sozinho ainda, abalou muito?? Afinal, foram 2 anos de  namoro né?!

– Não cara, foi tranquilo. Eu comecei a sair pra dançar, conheci outras pessoas… outras mulheres, e tem 4 meses que estou namorando!!! A dança ocupou a cabeça. Eu trabalho o dia todo e alguns dias da semana eu agendava as aulas de dança, isso ocupa o corpo e a mente. Cara é sério, nem eu sabia que dançar ia me fazer tão bem!!

– É isso aí, Beto, fiquei feliz em ver você. Mas vou indo, minha noiva está esperando, só vim abastecer o carro mesmo.

– Eu também, minha namorada e eu vamos sair pra dançar hoje!! Valeu Pedrão, até mais!!

– Até mais!!


O Studio de Dança Dois pra lá e Dois pra cá , em parceria com a escritora Dieine Carolina, estará postando semanalmente textos (mini contos, crônicas e poemas) referente a Dança!

A intenção do projeto é estimular o gosto pela dança e pela leitura. Quem dança flutua em nuvens e viaja nos braços da música. Quem lê sonha com personagens e viaja no melhor meio de transporte: o livro.

Sejam bem-vindos dançarinos e leitores, iniciantes ou apaixonados por esses dois mundos distintos, porém com almas gêmeas!

Se você acha que dança e literatura não caminham juntas, venha fazer uma aula experimental.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2017 - Studio de Dança Dois pra Lá Dois pra Cá
Desenvolvido por Fusion Webdesign