Na mesa ao lado – Texto Dieine – Dança de Salão

 

O Studio de Dança Dois pra lá e Dois pra cá , em parceria com a escritora Dieine Carolina, estará postando semanalmente textos (mini contos, crônicas e poemas) referente a Dança!

A intenção do projeto é estimular o gosto pela dança e pela leitura. Quem dança flutua em nuvens e viaja nos braços da música. Quem lê sonha com personagens e viaja no melhor meio de transporte: o livro.

Sejam bem-vindos dançarinos e leitores, iniciantes ou apaixonados por esses dois mundos distintos, porém com almas gêmeas!

Se você acha que dança e literatura não caminham juntas, venha fazer uma aula experimental.”

Na mesa ao lado

 

       Sentado a mesma mesa novamente. Numa mão, um copo, na outra o celular. Observava a hora que não passava, mais uma vez eu a esperei.

Era a terceira semana seguida. O garçom já sabia meu pedido. Ele sorriu e acenou com a cabeça quando ela entrou no clube, pontualmente às 23 horas. Como pode ela estar mais linda do que as sextas feiras anteriores??

Guardei o celular no bolso da calça. Dessa vez ela veio com mais um casal de amigos, além da mesma amiga das noites anteriores. Cabelos soltos, longos, castanhos e lisos. Salto alto vermelho, saia rodada, blusa justa em sua cintura fina e seios fartos encobertos no preto sem brilho nem decote exagerado. Lábios carnudos e olhos castanhos. Que mulher!!! Quase tão leve andando, quanto dançando!!

Ela e os amigos se colocaram à duas mesas de distância da minha. Ela me flagra observando-a e eu desvio o olhar para o copo em minhas mãos. Mal se acomodam a mesa e o homem que as acompanha tira ela para dançar. Por que logo ela?? Com único gole, esvazio meu copo. Chamo o garçom que me traz outra dose da mesma bebida. Dou um gole, agora menor, e fico observando, admirando aquela mulher dançando, sensualizando, flertando com aquele sujeito. Com o fim da música eles voltam a mesa. Outra música, ele tira uma das amigas dela para dançar. Assim faz com outra música e a outra amiga.

As três amigas dançam muito bem. O cara também não é ruim. O que me faz sentir um zero à esquerda. Peço outra dose para o garçom. As músicas não param e o homem que as acompanha tira uma seguida da outra para dançar.  E mais outra dose. O garçom ao largar um copo cheio e pegar o vazio, colocando na bandeja, me da um tapinha no ombro e fala:

– Amigão, vai lá e tira ela pra dançar!!

Me assusto com a sugestão do garçom e com minha resposta automática:

– Mas e o cara com elas??

– Ele é irmão da loirinha. A sua morena é solteira. Pelo menos nunca a vi com outro cara.

Tomei um gole do copo ainda cheio e completei, desanimado:

– Mas eu não sei dançar.

O garçom às risadas, aponta um cartaz no fundo do bar, no qual se lê: “Studio de Dança Dois pra lá Dois pra cá – comece hoje mesmo a dançar!”

Puxo o celular do bolso, salvo o número do telefone no cartaz. Esvazio o copo e vou para casa decidido:

-É agora que eu conquisto essa mulher!!!

Dieine Carolina

[email protected]
https://www.facebook.com/escritonasareiasdavida/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2017 - Studio de Dança Dois pra Lá Dois pra Cá
Desenvolvido por Fusion Webdesign